MESMO COM O NOVO BROTO, A HP NÃO PODE VENCER - TECHCRUNCH - COMUNICADOS DE IMPRENSA - 2019

Anonim

Mas o Sprout é da HP.

Imagine se a Apple tivesse anunciado o Sprout. A mídia estaria ficando maluca. Palavra sobre isso seria em todos os noticiários da noite. Fanboys ficaria fora de si, gritando que a Apple está finalmente fazendo justiça a Steve Jobs.

No entanto, a HP fez o Sprout. É a mesma empresa que produz um número obsceno de computadores Windows indistinguíveis e ainda obtém uma grande fatia de sua receita com a tinta da impressora. Não confio na HP para inovar. E tudo se resume a essa confiança ao tentar algo novo.

Nos últimos 10 anos, a HP perdeu muito da boa vontade que tinha com os consumidores. Simplesmente não é uma marca conhecida por produzir produtos tentadores. A HP está prestes a ser a GE de produtos eletrônicos de consumo. Precisa de um novo laptop para a pessoa menos experiente em computação em sua vida? Vá até o Walmart e ganhe um HP. Vai funcionar muito bem. Compre um novo quando ele quebrar.

A Apple possui um histórico de produção de produtos e interfaces prontos para o consumo geral. Desde o iPhone original, a Apple usou consumidores para testar algo não comprovado. E é exatamente isso que a HP está fazendo com o Sprout.

O Sprout precisa de um vasto suporte ao desenvolvedor para ser um sistema viável. Precisa de Adobe e Autodesk. Ele precisa de suporte para Wacom e N-Trig. Ele precisa de startups como o Paper para produzir aplicativos que correspondam aos controles inovadores.

Além disso, o Sprout precisa de uma empresa que saiba atrair os desenvolvedores para sua plataforma e fornecer as ferramentas necessárias para ter sucesso. A HP precisa pensar como a Apple. Mas temo que seja tarde demais.