O CÓDIGO DE LISBOA VENCE A COMPETIÇÃO DE CÚPULA DA WEB - TECHCRUNCH - COMUNICADOS DE IMPRENSA - 2019

Anonim

O Web Summit de Dublin acelerou para o território SXSW este ano, atingindo mais de 22.000 participantes. Ao contrário de outras conferências de tecnologia, que colocam as startups no centro das atenções, o Web Summit foi em grande escala, com etapas paralelas onde 200 empresas participaram dos três dias da conferência.

A empresa portuguesa Codacy ganhou o prêmio BETA por sua plataforma, que analisa automaticamente o código do software, economizando tempo e frustração para as empresas de software.

Os concorrentes a ele incluem Code Climate e Scritiniser. O Codacy afirma que eles são melhores porque “fornecem flexibilidade para ajustar a experiência de análise de código” e suportam muitas linguagens de programação. A empresa está sediada em Londres, mas sua equipe de tecnologia opera em Lisboa. Isto é digno de nota porque Lisboa está a emergir como um ecossistema tecnológico genuinamente novo na Europa, com Berlim a níveis baixos, mas com o clima do sul da Europa.

Na semana passada, a Codacy anunciou recentemente um modelo "freemium", além de uma atualização significativa que introduz um extenso monitoramento de código, insights de qualidade e vários recursos personalizáveis.

Com o apoio da Faber Ventures, Seedcamp e Espírito Santo Ventures, a Codacy atende a mais de 3.000 desenvolvedores em todo o mundo e seus clientes variam de freelancers individuais a empresas da Fortune 500.

Enquanto isso, a BaseStone, do Reino Unido, ganhou o Prêmio ALPHA por sua empresa, que visa simplificar a comunicação e acelerar o processo de revisão de projeto.

Os juízes da competição deste ano incluíram John O'Farrell da Andreessen Horowitz e Alfred Lin da Sequoia. Este ano, a competição viu mais de 1.500 inscrições.

Os dois vencedores receberão 10 mil euros em dinheiro pelo negócio e uma reunião na Coca-Cola em Atlanta, que patrocinou a competição de arremesso. Eu não sei exatamente o quão útil isso será, mas ei

.

.